Loading...

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Pedal Lagoa da Confusão - 340 km

Nos dias 21 a 24 de abril, Feriado da Semana Santa, fizemos o Pedal Lagoa da Ilha, organizado pelo Grupo Araras do Cerrado, saindo da cidade de Paraiso do Tocantins a Lagoa da Confusão, totalizando 340km de ida e volta.
Participaram do passeio 15 ciclistas e 4 pessoas na equipe de apoio.
Rubia, o melhor pedal feminino do Tocantins

Sr. Castro e seu filho Castrinho. Nosso melhor exemplo nos pedais.

Hilário, um dos representante do Grupo Araras
Nos imprevistos a equipe continua unida.


Nossa primeira refeição no dia, uma bela macarronada. Parabéns Mirts e Célia

No chão vermelho do cerrado, sob um sol forte, uma bela paisagem.

Várias subidas



Mais uma pausa para hidratação


repondo as energias

O inicio da noite. Chegamos a Lagoa da Confusão as 23h.

Ficamos acampado no Clube Lagoa da Ilha

Churrasco nos dias de folga

um banho básico

integração do grupo

revisão das bikes, pelo mestre Toinho

Célia e Natal - Organizadores

Udeison, Pedrinho, Viny, Parriul, Vinicius, Hilário e Rúbia

Hilário e Rúbia

Visão do Parque

Visão do Parque

Organizando a barraca

Nosso acampamento

 Inicio da volta
Encontramos uma cobra de mais de um metro.

Na volta, um banho de cachoeira


Caminho de volta

Meu apoio pessoal, Jack

 
Meu apoio pessoal, minha mãe Profa. Wita

3 comentários:

  1. quero ir nesse!! me chama ano que vem!! tô dentro!!

    ResponderExcluir
  2. A paz d Jesus! Isso é tudo de bom. Moro aqui no estado do Pará. Ando de bike a muito tempo. Só a mais ou menos 1 ano, comecei a andar por esporte mesmo. Tenho vontade de participar de eventos fora de meu estado. Mas, paciência, né. Se tiverem eventos futuros, me convidem e ficarei muito grato. Um abraço a tds. Bom pedal a todos!!! Deus abençoe!!!

    ResponderExcluir
  3. Este é um lugar abençoado por DEUS, tive o prazer de passar a virada 2012 para 2013 neste paraíso no cento oeste do Brasil. Muito legal, falta só o Sr. Prefeito acabar com as piranhas da Lagoa que estão atacando os turistas.

    ResponderExcluir